As crianças com necessidades especiais enfrentam desafios únicos em relação à sua saúde bucal. Muitas vezes, as demandas médicas prevalecem sobre a assistência odontológica, colocando em segundo plano a importância dos cuidados orais adequados. No entanto, é crucial que pais e mães de crianças com necessidades especiais estejam atentos à saúde bucal de seus filhos, uma vez que essas crianças apresentam o dobro de probabilidade de desenvolver problemas dentários em comparação com crianças sem necessidades especiais. Neste artigo, abordaremos algumas dicas valiosas para auxiliar os pais nessa jornada.

Condições Comuns em Crianças com Necessidades Especiais

De acordo com a respeitada Academy of Pediatric Dentistry (Academia de Odontopediatria dos Estados Unidos), crianças com necessidades especiais são aquelas que apresentam problemas físicos crônicos, de desenvolvimento, comportamentais ou emocionais. Essas crianças frequentemente possuem limitações em suas atividades diárias e requerem cuidados médicos e odontológicos abrangentes. Entre as condições médicas comuns que demandam atenção odontológica especial estão a fissura de lábio ou palato, síndrome de Down, distúrbios neurológicos, paralisia cerebral, deficiência de visão e audição, bem como deficiências de aprendizagem e desenvolvimento.

Desafios Bucais Específicos

Crianças com síndrome de Down e outros distúrbios genéticos frequentemente experimentam atrasos na erupção dentária, chegando a dois anos de atraso em alguns casos. Além disso, essas crianças podem apresentar dentes malformados, erupção de dentes supranumerários ou até mesmo a ausência de dentes. A aglomeração e o mau alinhamento dentário são comuns e podem aumentar a suscetibilidade dessas crianças a doenças gengivais e cárie dentária, devido à maior dificuldade de higienização adequada. Em casos de deficiência mental grave ou paralisia cerebral, o hábito de ranger os dentes pode resultar em desgaste gradual e achatamento dos dentes, causando danos ao esmalte dental.

Cárie Dentária e Doenças Periodontais: Desafios Adicionais

A cárie dentária e as doenças periodontais podem ser agravadas pelo comprometimento do sistema imunológico da criança e distúrbios do tecido conjuntivo. Muitos medicamentos prescritos contêm açúcar ou causam boca seca, o que aumenta significativamente o risco de cárie. Além disso, certos medicamentos podem induzir o crescimento excessivo de tecido gengival, conhecido como hiperplasia gengival. Portanto, é essencial consultar o médico responsável sobre os possíveis efeitos colaterais dessas medicações e como eles podem afetar a saúde bucal da criança.

Equilibrar a saúde bucal de crianças com necessidades especiais é um desafio importante. Essas crianças têm maior probabilidade de desenvolver problemas dentários, devido a condições como síndrome de Down, distúrbios genéticos e deficiências de aprendizagem. Atrasos na erupção dentária, malformações e problemas de higiene são comuns. Cárie e doenças gengivais também podem ser agravadas por medicamentos e comprometimento imunológico. Cuidados diários, dieta saudável e assistência odontológica especializada são fundamentais. Os pais devem buscar orientação profissional para garantir um sorriso saudável e uma melhor qualidade de vida para seus filhos.

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
1
Faça sua cotação agora mesmo.
Escanear o código
Olá 👋
Bem vindo ao site da Rotta Digital. Como podemos te ajudar hoje?